Vendas de ingressos de Spider Man caem após acidente

Divulgação / Broadway

27/08/2013 16:04 - Do ClickCultural

Como o ClickCultural já havia divulgado, no início deste mês, Daniel Curry, um ator de SPIDER-MAN, foi tragicamente ferido durante uma apresentação do musical da Broadway. Em 15 de agosto, o espetáculo foi interrompido e a plateia foi mandada para casa depois que Daniel ficou com a perna presa, causando a lesão. De acordo com o New York Times, Curry permanece no Bellevue Hospital, onde ele fará sua terceira cirurgia no pé.

Com isso, o site Playbill mostrou uma queda considerável na venda de ingressos, chegando abaixo da marca de US $ 1 milhão pela primeira vez na história do musical. As bilheterias da semana passada totalizaram US$ 966,952 dólares, em comparação com US$ 1.025.358 na semana anterior.

Relembre os acidentes nos palcos de teatro
Bono vai na estreia do Musical do Homem-Aranha
Musical do Homem-Aranha coleciona problemas
Veja imagens do musical do Homem-Aranha

Este é o mais recente de uma série de acidentes que ocorreram no show: Natalie Mendoza (que acabou de sair da produção) sofreu uma lesão durante a primeira performance, Christopher Tierney foi seriamente ferido quando caiu de uma plataforma no palco durante o show de 20 de dezembro de 2010. Tierney voltou para a produção, que foi reformulado para incluir procedimentos de segurança mais fortes, cinco meses mais tarde.

Spider-Man: Turn Off the Dark é um dos musicais mais caro da Broadway, com orçamento de US$ 75 milhões. As músicas foram escritas por Bono e The Edge, do U2.

Outros acidentes já aconteceram durante a pré-estreia, em novembro de 2010. A peça foi interrompida por vários momentos. Em um deles, os atores ficaram suspensos no ar em cima da plateia. O espetáculo teve sua estreia oficial em junho de 2011.

A queda de Daniel Carry foi o sexto acidente grave desde os ensaios do musical.

PROBLEMAS E MAIS PROBLEMAS

Como se os acidentes não bastassem, processos e mais processos vem correndo e assombrando esta produção, como é o caso da ex-diretora (e criadora) do musical, Julie Taymor (responsável também por adaptar o sucesso mundial de O Rei Leão) está processando os produtores de Turn Off the Dark, Michael Cohl e Jeremiah J. Harris, alegando que ainda detém os direitos autorais sobre o que está sendo encenado.

Outro processo que ainda deve dar o que falar é o caso Bono Vox, que assumiu ao lado do colega de banda The Edge, a trilha sonora do musical, mas que Taymor alega que problemas de atraso do espetáculo e até mesmo de má bilheteria na época de sua estreia teriam sido causados pelos líderes do U2, que faltaram com suas obrigações, além de faltarem aos ensaios da peça e não fazerem as modificações que ela sugeriu porque saíram em turnê com a banda, deixando o espetáculo à deriva.

Comentar esta Notícia:
NomeComentário
Email 
   
Comentários
HKcn81yY7a - fdmfrohci@hotmail.com

these things to his face, had I had the ottprounipy. Those of us waiting in (a very, VERY long) line to get his autograph and/or a picture with him were sternly asked (warned?) to not waste time with personal anecdotes, or quoting Seinfeld. As much as I wanted to say those couple of things to him, I was not about to align myself with the insufferable students slyly asking Mr. Alexander if he has hand.

matzcrorkz - email@gmail.com

tUcGt0 I think this is a real great blog.Really looking forward to read more. Cool.

smashing top seo - email@gmail.com

biklEG Major thanks for the article.Really looking forward to read more. Much obliged.

link building - emai1l@gmail.com

CcLpXz Say, you got a nice blog.Really thank you!

Mais Notícias
Click News

Assine nossa newsletter

Nome
E-Mail
Promoções

Séries de TV

De A a Z