# A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Tudors, The

LIV TERÇA 22:00

O seriado recria os primeiros e tumultuosos anos do reinado de Henrique VIII da Inglaterra. Paixão, ambição e traição se transformam no fio condutor deste drama televisivo, que mostra um Henrique VIII muito diferente do que aparece nos livros de história. Jovem, atraente e poderoso, mostra-se um rei da Inglaterra capaz de grandes proezas atléticas. Sem dúvida alguma, um monarca que não colocava os assuntos de Estado entre suas prioridades e que sempre deixava os problemas oficiais nas mãos do Cardeal Tomas Wolsen. Para aqueles próximos de "Sua Majestade", satisfazer o rei era uma faca de dois gumes. Henrique VIII era até mesmo capaz de desafiar a instituição mais poderosa da Europa medieval: a Igreja Católica Romana. Também era conhecido por mandar executar seus súditos diante da mínima demonstração de insubordinação.
Personagens

Catarina de Aragão (Maria Doyle Kennedy)

Filha mais nova de Fernando e Isabel de Espanha, Catarina é a primeira esposa e rainha consorte de Henrique VIII, uma vez que ela foi casada com o irmão mais velho de Henrique, Artur, mas o casamento nunca foi consumado. A maioria dos seus filhos com Henrique VIII ou morriam á nascença ou morriam na infância; a única criança sobrevivente foi a princesa Mary. Devido à sua aparente incapacidade de lhe dar um filho, Henrique estava preocupado que uma rainha regente pudesse atirar de volta a Inglaterra para os dias de guerra civil, como quando a imperatriz Mathilda, filha de Henrique I, ascendeu ao trono. E com a Guerra das Rosas ainda fresca na sua mente, ele estava determinado em ter um filho legítimo para suceder-lhe no trono. Ele preferiu, por conseguinte, acreditar que Catarina mentiu quando ela jurou que o seu anterior casamento nunca foi consumado e que, por conseguinte, o seu casamento com ela foi incestuoso e ilegal. Catarina era muito solitária na Corte, o seu único amigo era o embaixador de Espanha, visto o Cardeal Wolsey ter receio de que eles fossem espiões para o Sacro Imperador Romano. No entanto, ela sempre cumpriu o seu dever como Rainha de Inglaterra admiravelmente, mesmo em contatar e fazer doações ao povo depois de ir á igreja, e ela era amada pelo povo, apesar do seu inglês espanholado. Ela é banida da Corte e enviada para Lancaster House, sem qualquer contato com o Rei ou com a sua filha Mary.

Duque de Norfolk (Henry Czerny)

Tio de Anne Boleyn e da quinta esposa de Henrique VIII, Catherine Howard. Ele é muito arrogante sobre o seu passado, e é inimigo do Cardeal Wolsey. Ele e o seu cunhado combinaram manobrar a sua sobrinha, Anne Boleyn, para ir para a cama com Henrique VIII e ganhar a sua confiança, a fim de denunciar o Cardeal. Juntos, e mais tarde com a adição de Charles Brandon, Duque de Suffolk, eles engendraram a queda de Wolsey na confiança do Rei e, em seguida, a sua prisão (e indiretamente, a sua posterior morte), e foi nomeado conjuntamente com Suffolk para ser o presidente do Privy Council (Conselho Privado).

Duque de Suffolk (Henry Cavill)

Amigo de longa data do Rei Henrique VIII, embora brevemente ele caisse na sua consideração quando ele casou secretamente com irmã viúva, a Princesa Margarida, após a sua breve estadia como Rainha de Portugal. Ele então firma uma aliança com o duque de Norfolk e o Visconde Rochford, a fim de regressar à Corte e, em conjunto, trouxe a queda do cardeal Wolsey. Ele é visto como um playboy na primeira temporada, mas estabeleceu-se e casou-se com Catherine Willoughby, na segunda temporada. Ele odeia a nova rainha com uma paixão e tem querelas com a família Boleyn, principalmente direcionando a sua raiva no seu antigo aliado, Thomas.

Rei Henrique VIII (Jonathan Rhys Meyers)

O jovem, viril e sedutor rei de uma das mais poderosas nações do mundo, o rei Henrique VIII de Inglaterra parece ter tudo. No entanto, ele é incomodado por tumultos religiosos no seu próprio reino, bem como lutas políticas e mudando as fidelidades com outros países. E pesando mais na sua mente é o seu fracasso, até agora, a produzir um herdeiro masculino com a sua rainha, Catarina de Aragão; ela é tudo o que deveria ser uma Rainha, popular com o povo, mas existe o difícil exercício de um divórcio aprovado pelo Papa torna-se uma opção atraente quando ele conhece, apaixona-se e, posteriormente, seduz Anne Boleyn.

Thomas Bolena (Nick Dunning)

Pai de George, Mary e Anne Boleyn, e cunhado do duque de Norfolk. Thomas Boleyn foi o embaixador de França pela Inglaterra, e vê as suas filhas apenas como um meio para atingir um fim. Ele encorajou Mary quando ela ficou de olho de Henrique VIII, e quando Henrique se cansou dela, decidiu utilizar a sua outra filha, Anne como um meio para alcançar o poder. Juntamente com Norfolk e Suffolk, ele engendrou a queda do Cardeal Wolsey, e eles passaram a manipular os assuntos do país. Na segunda temporada, a sua verdadeira intenção é manipular a sua filha Anne. Thomas Boleyn é preso por conspiração junto com outros, mas tem um indulto concedido pelo rei em troca de que ele nunca volto para a corte novamente, senão tem de enfrentar a morte. Ao invés de assistir à morte da sua filha às mãos do carrasco, Thomas decide abandonar a corte para sempre.

Thomas Cranmer (Hans Matheson)

O Arcebispo de Cantuária que esteve envolvido na disputa sobre o casamento de Henrique e Catarina de Aragão dizendo que este era "nulo e sem efeito" e reconhece Anne Boleyn como a nova rainha, e diz que todos devem fazer um juramento para reconhecer a sua nova rainha. Ele ouve a última confissão de Anne na torre e dá-lhe a notícia de que Elizabeth está a ser declarada ilegítima, mas promete~lhe que ele procurará mantê-la nas "boas graças" do rei.

Thomas More (Jeremy Northam)

Amigo de longa data de Henrique VIII, Sir Thomas é um piedoso humanista, que tem horror á guerra e tentou aconselhar Henrique contra ela. Ele, no entanto, acredita que é necessário agir para combater o aumento do Luteranismo. Durante o seu cargo como Chanceler, após Wolsey deixar o lugar vago, ele queimou seis pessoas consideradas culpadas de heresia, embora ele oferecesse-lhes a oportunidade de voltar ao Catolicismo. Depois, tentou que o rei mudasse a sua atitude em relação Catolicismo Romano, pois ele estava muito preocupado, e, finalmente, fez-lhe recordar que uma vez disse a Wolsey que ele deveria ter dito ao Rei o que ele deveria fazer, e não o que ele pode fazer, porque "se o leão conhecesse a sua própria força, nenhum homem podia ter controle dele". Ele era casado, com quatro filhos (três filhas e um filho).
Últimas Notícias
Click News

Assine nossa newsletter

Nome
E-Mail
Promoções

Séries de TV

De A a Z