Divulgação

Os Comediantes

Cena do espetáculo Vestido de Noiva, de 1943


O grupo Os Comediantes consolidou o movimento de teatro amador, que desde o final dos anos 1920, procurava transformar o panorama teatral no Rio de Janeiro, onde predominam montagens comerciais de comédias de costumes. Com a encenação de Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues, sob a direção de Ziembinski, em 1943, eles inauguraram a modernidade no teatro brasileiro. São seus fundadores Brutus Pedreira, Tomás Santa Rosa e Luiza Barreto Leite. O grupo durou até 1947.

A ideia surgiu da inquietação de um grupo de intelectuais interessados na entrada, mesmo que tardia, do teatro brasileiro no movimento iniciado pela Semana de Arte Moderna. Amadores, eles intentam modificar o panorama do teatro que se faz na época, dominado pelo teatro de revista e pelos atores-empresários, tais como Dulcina de Morais, Procópio Ferreira e Jaime Costa.

Entre seus principais integrantes estão: Agostinho Olavo, Gustavo Dória, Carlos Perry, Bellá Paes Leme, Adacto Filho, Graça Mello, Stella Perry, Armando Couto, Miroel Silveira, Olga Navarro e Labanca.

Espetáculos:

1940 - A Verdade de Cada Um
1940 - Uma Mulher e Três Palhaços
1943 - Vestido de Noiva
1943 - Capricho
1943 - Escola de Maridos
1943 - Fim de Jornada
1943 - O Escravo
1943 - Pelleas e Melisanda
1944 - O Leque
1945 - Vestido de Noiva
1946 - A Mulher sem Pecado
1946 - Desejo
1946 - Era uma Vez um Preso
1946 - A Rainha Morta
1946 - Desejo
1947 - Terras do Sem Fim
1947 - Não Sou Eu
1947 - Vestido de Noiva
1947 - Era uma Vez um Preso
Click News

Assine nossa newsletter

Nome
E-Mail
Promoções

Séries de TV

De A a Z