Diogo Vilela volta aos palcos em peça vencedora do Tony Awards

Divulgação

08/04/2015 01:33 - Do ClickCultural

Diogo Vilela e Sylvia Massari estão em Sim! Eu Aceito! Uma Comédia Musical, de Tom Jones, com versão brasileira de Flávio Marinho e direção de Cláudio Figueira, em cartaz no Teatro Gazeta.

Um dos grandes clássico da Broadway, vencedor do Tony, ganha montagem brasileira com versão de Flávio Marinho e direção de Cláudio Figueira e celebra o encontro de Diogo Vilela e Sylvia Massari.

O original I Do! I Do! estreou em 1966, com texto de Tom Jones e música de Harvey Schmidt, protagonizado por Robert Preston e Mary Martin, com oito indicações ao Tony (ganhou o prêmio de melhor ator). Na turnê americana, foi a vez do galã Rock Hudson e de Carol Burnett darem vida ao casal. Agora no Brasil, apresentado pela Bradesco Seguros, com patrocínio dos Correios e produção de Só de Sapato Produções e Fabula Entretenimento, Sim! Eu Aceito! – Uma Comédia Musical recebe sua primeira encenação fora dos Estados Unidos. Completam a ficha técnica Liliane Secco (direção musical e preparação vocal) e Marco Cardi (iluminação).

Com trilha sonora executada ao vivo pelos pianistas Priscilla Azevedo e Marcelo Farias, o espetáculo narra a história de Michael e Agnes, que enfrentam todos os problemas que um casal pode conhecer durante cinco décadas de vida em comum: desde a noite de núpcias, o nascimento do primeiro filho, o sucesso na vida profissional, o eventual caso extra-conjugal, até o casamento dos filhos e o envelhecimento a dois. “Trata-se do único espetáculo da Broadway feito para dois atores, o que exige muito deles. Diogo e Sylvia não têm tempo para pensar, as coisas acontecem e ambos só têm um ao outro para se apoiar. A construção do texto nos conduz às transformações pelas quais passam os personagens ao longo destes 50 anos”, conceitua Cláudio Figueira.

A cenografia e os figurinos de Clívia Cohen também são fundamentais para as inúmeras passagens de tempo da peça: “Temos um único cenário, em que elementos e adereços entram em cena e saem dela para ajudar a contar a história. São oito trocas de roupa para cada um deles, além das perucas”, finaliza o diretor.

Embora traga à tona todas as agruras de um casamento longevo, Sim! Eu Aceito! Uma Comedia Musical é essencialmente uma comédia. Segundo Flávio Marinho, “o humor malicioso foi adensado, enquanto a fluência do diálogo, vivamente mantida. A irreverência, que está em nosso temperamento e tempero, e o fato de estarmos no século XXI, possibilitaram a esta nossa versão uma ‘animada’ no relacionamento de Agnes e Michael.

As músicas funcionam como extensões das cenas, e não números isolados como às vezes ocorre em alguns musicais”.

Com trajetórias consagradas em musicais, Diogo Vilela e Sylvia Massari encontram-se pela terceira vez no palco. Já haviam contracenado anteriormente nas montagens Cauby, Cauby (2006) e A Gaiola das Loucas (2010). “Tenho para mim que, às vezes, conscientes do nosso karma, os deuses do teatro nos dão presentes. Pérolas a serem destrinchadas e vividas em cena, para o nosso inteiro prazer, como um voto de confiança. Sabia de antemão que esta peça era tecnicamente dificílima! Soube também que ela continha uma carpintaria capaz de atrair qualquer ator à cena! E foi o que percebi quando li a excelente tradução do Flávio, tornando praticamente impossível negar o convite do Cláudio.

Para completar, o imenso prazer de dividir a cena com a Sylvia”, explica o ator. E ela complementa: “Trabalhar novamente com Diogo, com quem tenho uma imensa afinidade e respeito profissional, é delicioso! E Agnes, com certeza, vai ficar marcada como uma dessas personagens, que me dão a firme convicção de que o palco é o meu lugar! Ela representa a mulher submissa, numa época patriarcal, diferente da nossa atual, mas que tem seus sonhos, suas aspirações, que são sufocadas pelo dia a dia. Até o momento em que se rebela, questiona-se e passa a ter um comportamento, diferente do que ela sempre viveu”.

A trajetória de Sim! Eu Aceito! Uma Comédia Musical na verdade, remonta da década de 50. Com o título The Four Poster (Uma cama de quatro colunatas), a americana Jan de Hartog escreveu esta comédia que estreou na Broadway, em 1951, tendo o prestigiado casal Jessica Tandy e Hume Cronyn como protagonistas. O sucesso foi tão grande que, no ano seguinte, já estava no cinema na pele de outro casal (Lilli Palmer e Rex Harrison), em filme lançado no Brasil como O Leito Nupcial. “A década de 1960 deu vida nova a Agnes e Michael. A integração entre música e ação é tão hábil, tão orgânica, que chega a ser difícil imaginar que, um dia, este nosso Sim! Eu Aceito! Uma Comédia Musical não tenha nascido como um musical. As canções, como costuma acontecer desde Oklahoma! (1943), fazem avançar a narrativa, ilustram o estado de espírito das personagens, fazendo-os cantar quando somente as palavras não são mais suficientes para revelar o que lhes vai n’alma”, finaliza Flávio Marinho.

SERVIÇO:

SIM! EU ACEITO! UMA COMÉDIA MUSICAL
Teatro Gazeta (650 lugares)
Avenida Paulista, 900 – Térreo
Informações: 3253.4102
Bilheteria: de terça a quinta, das 14h às 20h. Sexta a domingo das 14h até o horário do espetáculo. Aceita cartões de débito e dinheiro. Cartão de crédito somente pelo site ou telefone. Estacionamento: convênio com MultiPark (Rua São Carlos do Pinhal, 303 – subsolo do teatro). R$ 20 por 3h.
Vendas: www.teatrogazeta.com.br e 4003.1527
Sextas e Sábados às 21h | Domingos às 18h
Ingressos: Sextas e Domingos R$ 70 | Sábados R$ 80
Duração: 110 minutos
Recomendação: 10 anos
Estreou dia 13 de Março
Temporada: até 31 de Maio

Comentar esta Notícia:
NomeComentário
Email 
   
Mais Notícias
Click News

Assine nossa newsletter

Nome
E-Mail
Promoções

Séries de TV

De A a Z